0 Flares Facebook 0 0 Flares ×

O Ômega 3 ganhou grande visibilidade na mídia e entre os cientistas quando descobriu-se que os Esquimós, ou Ínuites, não tinham problemas cardiovasculares e mantinham uma saúde blindada apesar das condições climáticas extremas que vivem.

A alimentação composta principalmente de uma grande quantidade de gorduras era essencial para o NÃO desenvolvimento de doenças do coração e do cérebro nestes indivíduos.

Mas como uma alimentação riquíssima em gordura pode ser benéfica?

Depende da gordura que você consome!

O Ômega3 é um conjunto de ácidos carboxílicos poli-insaturados, resumindo, é uma fonte de gordura boa.

A gordura é essencial para o funcionamento do nosso organismo. O problema é que estamos cercados pela facilidade do consumo de gorduras ruins, tenho quase certeza que na sua casa deve ter pelo menos uns 5 alimentos ricos desse tipo de gordura. Se não, Parabéns!

Entenda:

Os ácidos graxos (gorduras) são classificados em 3 tipos.

Ácidos graxos Saturados.  Ácidos graxos Monoinsaturados. Ácidos graxos Poli-insaturados

Gorduras Saturadas podem ser encontradas em diversos alimentos que fazem mal para nosso organismo, pois, aumentam o colesterol ruim (LDL) se consumido em excesso, exemplo: Toucinho, bacon, cortes gordos de carne, sorvete (se é que pode ser considerado alimento), biscoito, alimentos industriais congelados, cookies, margarina, queijo fresco e industrializado, etc.

Gorduras monoinsaturadas e poli-insaturadas ao contrário da anterior fazem bem ao organismo e reduzem o colesterol ruim. Alguns exemplos são: Abacate, nozes, castanhas, amêndoas, peixes como o salmão, anchova, truta, sardinha, etc.

Alimentos saudáveis ricos em Ômega 3 possuem ácidos graxos poli-insaturados e ricos em EPA (ácido eicosapentaenoicos) e DHA (ácido docosaexaenoico)

Antes de falar para o que serve o Ômega 3 você precisa saber algumas verdades

 

O grande segredo da saúde dos esquimós está justamente na região onde habitam. Para que o alimento seja rico em ômega 3 ele deve ser “desenvolvido” em temperaturas frias e águas profundas, em animais de sangue frio.

Será que em um país tropical é possível encontrar Ômega 3 de qualidade? É mais provável que não!

Os rios brasileiros não possuem temperatura baixa o suficiente para uma dieta rica desse nutriente. Além disso nossos rios estão bastante contaminados.

Mas existem os cativeiros certo? Isso é conteúdo para um próximo post existe uma grande quantidade de informação. O salmão que você compra em cativeiro ou no supermercado não teria a cor que ele tem se não fosse usado um certo tipo de corante na água!

Isso mesmo CORANTE, além disso são ministradas altas doses de antibióticos para que sobrevivam em um ambiente (tanque) abarrotado de peixes.  

Infelizmente não há uma norma especificada pela Anvisa para identificar a origem do peixe, em algumas embalagens é possível visualizar as informações.

Os melhores vem da Noruega, Rússia e Alasca.

Felizmente você pode obter esse nutriente através da suplementação, infelizmente não é possível uma suplementação BARATA deste item.

Como você já sabe não encontramos ômega 3 de qualidade em solo brasileiro, o que significa que o melhor deve ser importado.

Aquele suplemento baratinho que você compra talvez esteja te fazendo mais mal do que bem.

Um teste simples e prático pode ajudar a descobrir a qualidade do seu suplemento. Pegue uma cápsula e coloque no seu refrigerador (freezer) e deixe-o lá por 7 horas.

Quando retirar a cápsula pegue um palito de dente e tente atravessá-lo de uma extremidade a outra. Se o palito não atravessar, ou atravessar com dificuldade, provavelmente você está consumindo GORDURA SATURADA.

Note também se seu suplemento te deixa com hálito muito forte de peixe, ele pode estar vencido ou ter uma procedência ruim.

 

Para o que serve o Ômega 3

Colesterol. Um dos primeiros benefícios notados nos esquimós foi justamente a ausência de problemas cardíacos. Com o consumo de ao menos 2000mg por dia constatou-se haver uma menor chance de placas de colesterol se acumularem nas paredes das artérias.

Cérebro: Uma dieta rica em Ômega 3 pode ser benéfica para o NÂO desenvolvimento de doenças como o Alzheimer. Pode reduzir os riscos de AVC e derrames cerebrais.

Os neurônios se alimentam de ômega3, o aumento da capacidade cognitiva fica bastante evidente com o uso.

Coração: Os benefícios são imensos já que o consumo pode reduzir a frequência com que o coração trabalha, melhorando os batimentos e reduzindo a quantidade de oxigênio demandada.

Como melhora o coração pode reduzir também a pressão arterial, tente conciliar o uso do suplemento com uma dieta menos rica em sal, os efeitos são notados rapidamente.

Osteoporose.  Ele tem o poder de inibir o que os osteoclastos produzem no organismo, restaurando o equilíbrio e evitando o avanço da osteoporose.

Além destes benefícios ele pode atuar também contra Doença de Berger, Depressão, Transtorno Obsessivo Compulsivo (TOC), e Bipolaridade.

Existem alguns efeitos colaterais que podem ser causados pela suplementação tais como: Cólicas, tontura, diarreia, excesso de gases no intestino e até hálito forte de peixe (este último pode ser causado pelo uso de suplemento de qualidade inferior)

Os benefícios do Ômega3 são imensos se comparados aos seus possíveis efeitos colaterais.

Procure informações de suplementos bons de verdade, não tente economizar comprando aquele produto “baratinho”, pois os efeitos podem ser piores.

Para a sua saúde é muito melhor deixar de ingerir uma toxina do que ter deficiência por alguma vitamina.

Saiba sempre a procedência daquilo que escolhe para você.

Viva Consciente

0 Flares Facebook 0 0 Flares ×